sábado, 20 de julho de 2019

NÚCLEO DE APOIO REAFIRMA QUE CIPRIANO CASSAMA TEM APOIO DA ATUAL DIREÇÃO DO PAIGC
O porta-voz do Núcleo de Apoio à candidatura de Cipriano Cassamá às primárias do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) para a escolha de um candidato para às eleições presidenciais de 24 de Novembro, afirmou que o líder do parlamento guineense conta com apoio da actual direcção dos libertadores para esse desiderato.
Em conferência de imprensa, Abubacar Sanha disse que o actual presidente da Assembleia Nacional Popular Cipriano Cassamá durante 5 anos defendeu a nação e partido de “unhas e dentes” e que perante a crise política constitucional fez tudo em defesa do PAIGC.
Aquele responsável contrariou a posição dos seus colegas de Cabo Verde que antecipadamente sem ouvir a direção do partido, começaram a fazer recolhas de assinaturas para que o Presidente do PAIGC Domingos Simões Pereira avançasse como o candidato do partido às presidenciais de Novembro, acrescentando que nesse momento a única pessoa  que tem o dossier de candidatura oficial depositado no partido é o Cipriano Cassamá. 
“Temos a garantia de que Cipriano Cassamá vai ganhar as primárias e a direção do partido vai lhe dar todo o apoio para concorrer às eleições presidenciais”, revelou.
Informou que o Núcleo já recolheu quatro mil assinaturas em Bissau, desde o momento que o Cipriano Cassamá mostrou a sua intenção de concorrer às primárias no PAIGC, acrescentando que vão continuar os trabalhos de recolhas de asinaturas  igualmente no interior do país.
Notabanca; 20.07.2019
CORPOS DE TRÊS MARINHEIROS CHINESES CONTINUAM DESAPARECIDOS NO MAR
O Governo guineense com ajuda de mergulhadores senegaleses prosseguem as buscas de corpos de três marinheiros chineses desaparecidos nas águas da Guiné-Bissau no passado dia cinco do mês em curso, após um naufrágio de uma embarcação de pesca pertencente a uma empresa daquele país asiático.
O naufrágio vitimou seis marinheiros chineses, dentre os quais três corpos foram resgatados e três outros considerados desaparecidos.
A embarcação tinha no total 21 tripulantes, sendo 11 chineses e 10 da nacionalidade guineense que saíram todos com vida.
PGR AFIRMA SER IMPORTANTE DOTAR A INSTITUIÇÃO DE MEIOS PARA TRABALHAR MELHOR
Procurador-geral da Republica (PGR) afirmou hoje que é fundamental adotar o Ministério Público (MP),de ferramentas necessárias para que consiga desenvolver devidamente as suas funções.
Ladislau Embassa que falava após a distribuição dos materiais informáticos oferecidos pela República Popular da China às diferentes direções que compõem o MP a nível nacional, disse que foi nesse sentido que depois de visitar as dependências da instituição, onde constatou enormes carências existentes e a partir daí solicitou o apoio da Embaixada da China em Bissau.
Embassa frisou que o Embaixador da China no país, Jin Hong Jun prontificou em responder as solicitações, tendo agradecido o gesto desse país amigo e irmão.
“Como sabem o Ministério Público como sabem é uma instituição muito importante no combate à corrupção por esta razão deve estar adoptado de meios que lhe permita ter capacidade operacional necessária para poder desenvolver a sua actividade o que neste momento, infelizmente não tem”, disse.
PORTUGAL PROPÕE ALARGAR MOBILIDADE PARA CIDADÃOS DA CPLP 
O ministro dos Negócios Estrangeiros afirmou esta quinta-feira que Portugal está pronto para alargar o regime de mobilidade que aplica bilateralmente com o Brasil a todos os cidadãos da CPLP, acreditando na possibilidade de alcançar um acordo global até 2020.
Em entrevista à agência Lusa na cidade cabo-verdiana do Mindelo, ilha de São Vicente, na véspera da XXIV reunião ordinária do conselho de ministros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), Augusto Santos Silva assumiu que “a questão central” da reunião de sexta-feira será “o trabalho que tem vindo a ser feito sobre o regime de mobilidade e livre circulação” dentro da organização.

“Estou seguro de que os ministros dos Negócios Estrangeiros e Relações Exteriores aprovarão [na sexta-feira] uma resolução que significará um passo em frente em direção ao acordo que os chefes de Estado e de Governo possam aprovar. Eu estou seguro de que vai haver passos. Qual é a largura desses passos? Isso estou como um célebre jogador de futebol português, que dizia que prognósticos só no fim do jogo”, disse Santos Silva.

quinta-feira, 18 de julho de 2019

DIA DE NELSON MANDELA ONU FAZ MENSAGEM
Neste dia, prestamos homenagem a um extraordinário defensor global da dignidade e igualdade, e um dos líderes mais emblemáticos e inspiradores do nosso tempo.
Nelson Mandela foi um exemplo de coragem, compaixão e compromisso com a liberdade, paz e justiça social.
Ele viveu por esses princípios e estava preparado para sacrificar a sua liberdade e até mesmo sua vida por eles.
Os apelos de Nelson Mandela para a coesão social e o fim do racismo são particularmente relevantes hoje, com o discurso do ódio a lançar uma sombra crescente em todo o mundo.
Enquanto trabalhamos coletivamente pela paz, estabilidade, desenvolvimento sustentável e direitos humanos para todos, faríamos bem lembrar o exemplo de Nelson Mandela.
O nosso melhor tributo são as nossas ações. A mensagem de Nelson Mandela para o mundo é clara. Cada um de nós pode defender e contribuir para mudanças duradouras.
Todos temos o dever de fazer isso. Neste dia de reflexão sobre a vida e obra de Nelson Mandela, vamos abraçar seu legado e aspirar a seguir seu exemplo.
António Guterres
Secretário Geral da ONU

De sublinhar que, Nelson Mandela esteve na prisão durante 27 anos, após a sua soltura tornou-se primeiro Presidente negro na África do Sul.
Notabanca; 18.07.2019
GOVERNO APROVA ALGUNS “PROJETOS DE DECRETOS LEIS” E AINDA FALA SOBRE ÉBOLA


NARCOTRAFICANTE “EL CHAPO” CONDENADO A PRISÃO PERPÉTUA
O narcotraficante mexicano, Joaquin “El Chapo” Guzman, foi condenado a prisão perpétua por um tribunal norte-americano.

Os advogados do barão da droga já anunciaram que vão recorrer da decisão. 
Joaquin “El Chapo” Guzman foi condenado a prisão perpétua por um tribunal de Nova Iorque nos Estados Unidos.
As provas que foram apresentadas durante o processo mostram que Joaquin Guzman, foi o chefe do quartel sanguinário do cartel Sinaloa, que dirigiu entre 1989 e 2014, escreveu o procurador federal de Brooklyn, Richard Donoghue.
Considerado como o narcotraficante mais poderoso desde o fim da era do colombiano Pablo Escobar, Joaquin Guzman, agora com 62 anos, teria introduzido nos Estados Unidos pelo menos 1200 toneladas de cocaína em 25 anos.
A acusação provou igualmente que El Chapo mandou matar ou matou ele próprio pelo menos 26 pessoas, entre informadores, traficantes rivais, polícias, colaboradores e mesmo membros da sua família.
Seguindo as requisições do Ministério Público, o juiz Brian Cogan decidiu acrescer uma pena de trinta anos suplementares de prisão pela utilização de armas automáticas.
O Ministério Público pediu ainda que “El Chapo” devolva cerca de 1,3 mil milhões de euros, uma estimativa das receitas de venda de droga.
Exprimindo-se em espanhol, Joaquin Guzman denunciou as condições de detenção e disse ainda ter sido “torturado fisicamente, psicologicamente e mentalmente 24 horas por dia”
Os advogados do barão da droga já anunciaram que vão recorrer da decisão.
Notabanca; 18.07.2019
POPULARES DE BAIRRO DE EMPANTCHA BENEFICIAM DE SETE FUROS DE ÁGUA POTÁVEL
Os populares de Bairro de Empantcha nos arredores de Bissau, beneficiam hoje de sete furos de água construídos pelo embaixador de Boa Vontade e dos Direitos Humanos, para minimizar as dificuldades dos moradores local.
José Braima Baldé que falava na cerimónia oficial de entrega dos referidos fontenários de água potável, disse ter saúde de qualidade faz parte da Declaração Universal dos Direitos Humanos.
“Fiz estes furos de água potável para minimizar as dificuldades dos moradores de Bairro de Empantcha e sobretudo das mulheres em particular, porque elas são as mais prejudicadas nesse aspeto uma vez que são elas que cuidam da casa e da família”, disse José Braima Baldé.
O embaixador prometeu continuar com os seus contactos no sentido de ter mais apoio de gestos de boa vontade com o objectivo de apoiar os cidadãos em diferentes áreas.
Por sua vez, Quinta Sanca, vendedeira de peixe no mercado de Empantcha louvou o gesto do Embaixador José Braima Baldé e pediu que continuasse a trabalhar para melhorar a situação dos citadinos daquela zona.
“Apesar de estarmos contentes por termos beneficiado dos furos de água potável, mas também queremos ter casas de banhos aqui no mercado do Bairro de Empantcha para que possamos manter higiene local”, apelou Quinta Sanca.
Sublinhou a necessidade da Câmara Municipal de Bissau não resumir o seu trabalho só em fazer cobranças nos mercados, mas sim que faça a retirada do lixo constantemente para evitar as situações que possam provocar doenças.
Notabanca; 18.07.2019
MUÇULMANOS REÚNEM-SE COM  GOVERNO PARA ENCONTRAR SOLUÇÃO SOBRE PEREGRINAÇÃO À MECA
A comunidade muçulmana da Guiné-Bissau reuniu-se esta quinta- feira como o Chefe de Governo para analisarem e encontrar solução para a peregrinação do presente ano, dos fieis muçulmanos a cidade Santa de Meca na Arábia Saudita.
Siradju Bari em nome da comunidade muçulmana, afirmou à imprensa depois do encontro com Aristides Gomes que tem havido muitas especulações sobre a ida ou não dos muçulmanos guineenses no presente ano à cidade santa de Meca para cumprir uns dos pilares do Islão, por isso a comunidade islâmica veio junto ao Governo para saber o que está a passar e qual será a solução.
“Também viemos apelar ao chefe de Governo de que a comunidade muçulmana precisa de ajuda do Governo para que este sonho se torne realidade”, desejou.

quarta-feira, 17 de julho de 2019

NOVO MINISTRO DE INTERIOR PRETENDE  REPOR A AUTORIDADE DE ESTADO NO PAÍS
O governante afirmou que pretende incutir regras de funcionamento naquela instituição, de forma a repor a autoridade de Estado no país.
Juliano Fernandes, em declarações â imprensa após visitas que efetuou hoje à todos os departamentos que compõe o Ministério do Interior, salientou que irá reorganizar as estruturas daquela instituição para que a autoridade de Estado seja uma realidade no país.
“Mas será uma autoridade legal do Estado, porque, antes de mais, é uma autoridade que vela pelo bem estar das populações”, disse o governante.
Juliano Fernandes disse que um Estado sem autoridade, torna-se fraco e consequentemente inoperante.
 “Temos uma palavra a dizer nessa matéria e por isso é importante que organizemos melhor e que respeitemos as normas e tenhamos as condições de trabalho minimamente necessárias para nos capacitar e dar respostas quando fomos interpelados a agir”, frisou.
O ministro do Interior sublinhou que irão estar presentes em todo o território nacional com patrulhas e vigilâncias no domínio da prevenção e do combate a criminalidade, acrescentando que só isso é que traz as garantias de sossego à população.
Instado a falar sobre a possibilidade de extinção do Posto de Controlo de Safim, arredores de Bissau, Juliano Fernandes respondeu que o Governo não está em condições hoje de puder dizer o que pensa daquela Brigada de Controlo assim como dos que existem noutras localidades do país.
“Os Postos  de Controlo são necessários mas devem situar-se onde é preciso. Os Postos são colocados estrategicamente porque é necessário para que a presença do Estado e das autoridades sejam visíveis e estejam onde são  mais úteis, de forma a não atrofiar e nem limitar a mobilidade da nossa população”, explicou.
Juliano Fernandes salientou que é preciso que as pessoas se movam em liberdade dentro do seu território mas em estrita observância e respeito às leis, cumprindo os deveres da cidadania e  que o Estado crie as condições para que as populações possam gozar os seus direitos.
“Portanto, os Postos de Controlo não podem estar para atrapalhar ninguém num determinado sitio, mas sim devem estar onde é preciso para assegurar garantias de que a ordem e a tranquilidade é respeitada e a prática de actos ilícitos devem ser prevenidas e combatidas”, rematou a concluir.
Notabanca, 17.07.2019
FALECEU EM PARIS MARCEL ALAIN DE SOUZA PRESIDENTE DA COMISSÃO DA CEDEAO
Já é oficial. Confirma CEDEAO em comunicado.
“Abuja, 17 de julho de 2019 : LUTO : O Presidente da Comissão da CEDEAO, Sua Excelência o Senhor Jean Claude Kassi BROU, tem o profundo pesar de anunciar a morte repentina de Sua Excelência Marcel Alain De SOUZA, Ex-Presidente da Comissão da CEDEAO, a 17 de julho de 2019 em Paris, França.
Nomeado pelo Benim após a 48ª Sessão Ordinária da Conferência dos Chefes de Estado e de Governo da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), a 17 de dezembro de 2015 em Abuja, Nigéria Marcel A. de SOUZA liderou a organização sub-regional de 8 de abril de 2016 a 28 de fevereiro de 2018.
Nascido a 30 de outubro de 1953 em Pobè, Benin, o ex-presidente da Comissão da CEDEAO possui mestrado em Economia pela Universidade de Dakar, Senegal, e Diploma de Ensino Superior Especializado (DESS) em Administração e Sistemas Bancários pelo Centro Oeste Africano de Formação e Estudos Bancários (COFEB).
Posteriormente ocupou os cargos de Controlador Interno na Agência Principal do BCEAO em Cotonou, Diretor Nacional do BCEAO para o Benin e, em seguida, Diretor de Assuntos Administrativos na sede da mesma instituição financeira em Dakar.
No Benin, foi membro da Assembleia Nacional, chefe do Departamento de Assuntos Económicos e Financeiros da presidência da República, depois Conselheiro Especial para Assuntos Monetários e Bancários do Presidente da República.
Ele também foi Ministro de Desenvolvimento, Análise Económica e Perspetivas de maio de 2011 a junho de 2015.
A Comissão da CEDEAO estende as suas mais sentidas condolências à família do ilustre falecido, bem como às autoridades do Benim.”
Notabanca; 17.07.2019
PAIGC LAMENTA POSIÇÃO “MUITO PASSIVA” DE CABO VERDE SOBRE SITUAÇÃO NA GUINÉ-BISSAU 
O presidente da comissão política do PAIGC em Cabo Verde lamentou hoje a atuação "muito passiva" do país, considerando que Cabo Verde deveria ter uma "posição clara" sobre a crise política que a Guiné-Bissau viveu nos últimos cinco anos.
PAIGC lamenta posição
"Para mim, Cabo Verde foi muito passivo em termos de intervenção, para apoiar claramente uma das posições, uma do lado do Presidente da República e outra do coletivo que alinha com o PAIGC. É opinião pessoal, mas senti que Cabo Verde devia ter uma posição clara sobre a situação da Guiné-Bissau nos últimos cinco anos", disse Pedro Barbosa Mendonça.

terça-feira, 16 de julho de 2019

GRUPO PARLAMENTAR DO PRS CONSIDERA DE “NEPOTISMO E CLIENTELISMO” AS NOMEAÇÕES FEITAS PELO PM 
O Grupo Parlamentar do Partido da Renovação Social (PRS) considerou de “excessivo” os 22 Conselheiros e Assessores afetos ao gabinete do Primeiro-ministro e que os actos indicam práticas de “nepotismo, clientelismo, servilismo” e de corrupção na gestão da coisa pública.
As considerações foram feitas hoje em conferência de imprensa, pelo líder da Bancada Parlamentar do PRS, Sola Nquilin Na Bitchita, que acrescenta que tal atitude fragiliza a credibilidade do país junto dos parceiros internacionais, dos quais depende a cobertura do défice orçamental em mais 50 por cento.
Qualificou ainda o ato de “vergonhoso” e que contribuirá para piorar o relacionamento do governo com os parceiros sociais, pondo em causa a estabilidade governativa, paz social e desenvolvimento da Guiné-Bissau.

segunda-feira, 15 de julho de 2019

ARISTIDES GOMES AFIRMA QUE MAIORIA DOS SEUS CONSELHEIROS NÃO AUFEREM  SALÁRIO MENSAL
O primeiro-ministro, Aristides Gomes disse em comunicado que a maioria dos Conselheiros recém nomeados não aufere de salários por serem beneficiários da subvenção mensal vitalícia, enquanto titulares de cargos políticos.
Aristides Gomes referiu que o anterior governo, no quadro da implementação das medidas de reformas e de reajuste salarial, extinguiu, desde setembro de 2018, os subsídios de representação de que bneficiavam os membros do executivo equiparados, pelo que as recentes nomeção não têm impacto no Orçamento geral do estado.
Na missiva, o chefe do governo sustenta que a nomeação de Conselheiros e Assessores para diferentes áreas, foram adequadas aos novos desafios impostos pela implementação do Programa “Terra Ranka”.
Acrescenta  que o espírito dessas nomeações, serve essencialmente para assegurar ao chefe do executivo o reforço das capacidades na disseminação e enquadramento de alguns dossiers importantes de governação.
Por outro lado, o primeiro-ministro considera de legítimas e louváveis as preocupações de cidadãos nacionais, sobretudo dos dirigentes da maioria parlamentar face ao novo rumo da governação do país, pelo que apela a calma e ponderação perante alguns actos administrativos decorrentes da mesma.
Notabanca; 15.06.2019

domingo, 14 de julho de 2019

RESTAM 250 MIL CHIMPANZÉS NO CONTINENTE AFRICANO 
Apenas 250.000 chimpanzés vivem atualmente no continente africano, repartidos por 21 Estados, quando há 10 anos eram cerca de dois milhões, em 25 países, assegurou à agência Efe a diretora adjunta do Instituto Jane Goodall, Laia Dotras.
Este “muito drástico” declive populacional é provocado “sobretudo pela perda do habitat”, devido à exploração de madeira e recursos minerais”, com destino a países ocidentais, segundo Dotras.

sábado, 13 de julho de 2019

CADOGO É CANDIDATO E PEDE GUINEENSES PARA ACREDITEM NELE FAZER GB UM GRANDE PAÍS 
O antigo primeiro-ministro derrubado através de um golpe militar em 2012, anunciou hoje em Bissau, a intenção de se disputar às próximas eleições presidenciais, como candidato independente. 
“Desde que cheguei, a atual direção do PAIGC desconheceu a presença de Cadogo em Bissau, por isso, serei um candidato independente nas eleições presidências que se avizinha”, afirmou Junior. 
“A minha candidatura vai ser uma candidatura independente, livre, nacional, suprapartidária e pertence a todas as mulheres e homens deste país que se queiram unir num momento para abrir novos horizontes e um rumo solidário para a Guiné-Bissau,” afirmou Carlos Gomes Júnior.
Cadogo júnior como também é conhecido, deixa claro que não é um homem de muitas palavas, mas sim, homem de trabalho, de luta, de sacrifícios e pragmatismo.
Gomes Júnior explica que a Guiné-Bissau de hoje deixa os guineenses “tristes e desapontados”. Já que, os eleitores não acreditam nos políticos e nos seus governantes porque segundo disse, não têm correspondidos às espectativas do povo.
“O país perdeu prestígio internacional e grande parte do respeito que granjeava junto dos parceiros,” disse.
O antigo governante sublinhou que, o povo não precisa nem vive de boas intenções. Precisa, sim, de realizações e de melhorias das suas condições de vida.
“A Guiné-Bissau já perdeu muito tempo não pode perder mais.”
Com tudo, disse que, um Presidente da República deve restaurar confiança e Estafo de Direito nas instituições estatais e dar autoridade moral e credibilizar os titulares dos cargos públicos.
“Ser Presidente, é ser exemplo de referência no exercício das suas funções agindo sempre com a ética e integridade em defesa do interesse nacional,” esclareceu o político. E por fim, Cadogo júnior pede aos guineenses para se acreditarem na sua pessoa.
“Acreditem em mim. Comigo faremos deste país um grande país.”
A direita; É Fernando Mendonça conselheiro especial do Presidente Mário Vaz
Notabanca; 13.07.2019