sábado, 15 de dezembro de 2018

GUINÉ-BISSAU TERMINA ANO COM DESACELERAÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA – Governo
O Conselho Nacional de Crédito da Guiné-Bissau referiu hoje que o país registou uma desaceleração económica devido à diminuição das exportações da castanha de caju e pediu aos bancos nacionais para aumentarem o crédito à economia.
"O ano económico de 2018 será caraterizado por uma taxa de crescimento do Produto Interno Bruto na ordem de 3,8% contra 5,9% do ano passado", refere, em comunicado divulgado à imprensa, o conselho, presidido pelo primeiro-ministro guineense, Aristides Gomes, que esteve hoje reunido, em Bissau.
Segundo o conselho, a economia guineense desacelerou devido à diminuição do "volume das exportações da castanha de caju e do respetivo preço à exportação, em comparação com o ano de 2017, no qual os preços atingiram um nível de exceção".
Sobre o setor financeiro, o conselho registou uma diminuição no crédito à economia, explicado com o "reembolso efetivo dos créditos concedidos no quadro da campanha de comercialização da castanha de caju".
"O Conselho convidou os bancos a prosseguirem as ações com vista a apoiar os setores-chave da economia através de produtos e serviços financeiros" adequados às necessidades da economia guineense.
No comunicado, o conselho manifestou a sua preocupação com o fraco nível de crédito à economia e recomenda também a "prossecução das reformas institucionais e estruturais e a promoção do financiamento da economia em condições apropriadas" e a consolidação da estabilidade sociopolítica, da melhoria das infraestruturas rodoviárias e uma intensificação dos esforços para melhorar o ambiente de negócios.
O conselho prevê uma taxa de inflação abaixo dos 3%. 
Notabanca; 16.12.2018

sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

“NÃO TENHO MEDO DE DEMITIR-ME DA MINHA FUNÇÃO, MAS QUE DEIXEM DE INSTIGAR ESTUDANTES”-Ministro 
O ministro da Educação, Ensino Superior, da Juventude, Cultura e Desportos, Camilo Simões Pereira, disse esta sexta-feira 14 de dezembro 2018, que não tem medo de demitir-se das suas funções, mas pediu às pessoas que deixem de instigar os estudantes para avançarem para outro tipo de reivindicações.
O governante reagia assim à questão sobre o eventual pedido da sua demissão a frente daquela instituição governamental, já que não consegue solucionar a questão da greve nas escolas públicas que impedem o funcionamento das mesmas há três meses.
PRESIDENTE MÁRIO VAZ PROMOVE NEGOCIAÇÃO PARA LEVANTAR GREVE DOS PROFESSORES
Decorre a esta hora no palácio da República em Bissau, encontro negocial entre o chefe de Estado guineense, Governo, sindicatos, associação dos pais e encarregados da educação e algumas entidades ligadas ao setor do ensino.
O encontro visa unir as partes desavindas por forma a levantar a greve nas escolas públicas da Guiné-Bissau que já arrasta cerca de três meses.
Ainda esta manhã de sexta-feira, associação dos estudantes promoveu uma marcha pacífica que culminou junto do ministério da Educação Nacional a exigir direito a escola.

Notabanca; 14.12.2018
TRIBUNAL DE BISSAU CONDENA DOIS GUINEENSES A 28 E 30 ANOS DE PRISÃO POR CRIME DE HOMICÍDIO 
O Tribunal Regional de Bissau condenou na quinta-feira, dois cidadãos guineenses a 28 e 30 anos de prisão, acusados de cometerem cinco crimes de homicídio agravado.
Djodji Barbosa (que se encontra na foto) foi condenado a 28 anos de prisão por ter assassinado duas pessoas: o seu patrão Mamadú Candé e a própria namorada, a Tânia. Enquanto isso, Luciano Fernandes Gomes foi condenado a cumprir 30 anos de prisão por ter assassinado três pessoas.
O Tribunal Regional de Bissau condenou ainda os dois cidadãos guineenses a indemnizar cada família das vítimas, no valor de 10 milhões de francos CFA.
GTAPE RETOMA TRABALHOS APÓS UMA SEMANA DE PARALISAÇÃO 
Após uma semana de paralisação forçada, o Gabinete Técnico de Apoio ao Processo Eleitoral (GTAPE), retoma hoje os trabalhos do processo eleitoral suspensos desde 05 de dezembro, pelo Ministério Público.
As portas de GTAPE foram fechadas por alegadas irregularidades anunciadas pelos partidos políticos liderados pelo PRS.
Notabanca; 14.12.2018

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

CARTA ABERTA DA LIGA GUINEENSE DOS DIREITOS HUMANOS AO PRESIDENTE DA REPÚBLICA 
Os nossos melhores e respeitosos cumprimentos.
No quadro do cumprimento das suas missões de promoção e proteção dos direitos humanos na Guiné-Bissau, em especial dos grupos mais vulneráveis, a Liga Guineense dos Direitos Humanos e a Rede Nacional de Luta Contra Violência Baseada no Género e Criança (RENLUV), expor e solicitar a intervenção urgente da Vossa Excelência, num caso de abuso de autoridade perpetrado por um militar de nome Padre Uia Da Silva vulgarmente conhecido por Mourinho, afecto a um dos aquartelamentos militares em Bissau.
No dia 28 de Novembro de 2018, na sequência de um conflito que opõem duas mulheres da mesma vizinhança, o Sr. Padre Uia da Silva, em defesa da sua esposa, decidiu fazer justiça com as suas próprias mãos, espancando de forma bárbara e cruel uma senhora de nome Aua Camará de 32 anos de idade.
“RESULTADOS DA AUDITORIA VÃO ESCLARECER TODAS AS DÚVIDAS SOBRE RECENSEAMENTO”
O governo reiterou o seu empenho em tornar o processo eleitoral em curso mais transparente, com dados de recenseamento mais credíveis.
Esta vontade foi declarada à imprensa pelo Primeiro-ministro Aristides Gomes  no final do encontro convocado pelo  Presidente Mário Vaz, em que tomaram parte os partidos políticos com e sem assento parlamentar e técnicos de Gabinete de Apoio ao Processo Eleitoral (GTAPE),  que serviu para apresentar a metodologia e os objetivos da auditoria do recenseamento.
O chefe do Executivo disse que é uma forma de dar garantia aos partidos políticos em como o governo está empenhado para que as eleições possam decorrer num clima de maior transparência ou seja para que os resultados dessas eleições sejam aceites por todos.
Instado se o encontro permitiu clarificar  as dúvidas existentes a volta do processo do recenseamento eleitoral,  o Primeiro-ministro disse que os resultados da auditoria vão esclarecer todas as dúvidas.
“A apresentação da metodologia e os objetivos e a forma de trabalho já deixaram  alguma ideia daquilo que se está a fazer para que os dados sejam fiáveis e sobretudo para que o recenseamento seja  validado pela auditoria”, explicou.
Perguntado sobre a data  do término do registo eleitoral, o Primeiro-ministro afirmou  que a data vai ser declarada, o mais rápido possível, para permitir que o Presidente Mário Vaz possa fixar também a nova data das eleições legislativas antes da Cimeira da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEOA) prevista para o dia 22 do mês em curso.
A CEDEAO recomenda que se faça eleições o mais tardar até fim de janeiro do próximo ano.
Ainda, informações disponíveis dão conta que, o recenseamento eleitoral termina a 21 de dezembro, e já foram recenseados mais de 800 mil eleitores.
Notabanca; 13.12.2018
RELATÓRIO PROPÕE FIM DA MISSÃO DA ONU NA GUINÉ-BISSAU EM 2020 
Um relatório de avaliação ao Gabinete Integrado das Nações Unidas para a Consolidação da Paz na Guiné-Bissau, divulgado na página da organização, propõe o fim da missão em 2020 e a reconfiguração da presença da ONU no país.
O documento, realizado por um perito independente a pedido do secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, vai ser analisado na sexta-feira pelo Conselho de Segurança da ONU, que vai discutir igualmente a situação política na Guiné-Bissau.
Apesar de desde o fim do conflito político-militar em 1999 não ter havido "violência generalizada" no país, o relatório considera que a Guiné-Bissau se tem "mantido submersa num estado de instabilidade política crónica que poderá tornar-se mais volátil durante as eleições".
Notabanca; 13.12.2018
UNIÃIO EUROPEIA E GALP LANÇAM PROJETO PARA GÁS BUTANO À CERCA DE 130 MIL GUINEENSES 
Mais de 100 famílias vão receber, a partir de quarta-feira, 'kits' de gás butano no âmbito de um projeto da União Europeia e da Fundação Galp para fazer chegar aquele tipo de energia à cozinha de cerca de 130 mil guineenses.
Orçado em um milhão de euros, o projeto designado Fumu Kaba (acabou a fumaça), é financiado em 90% pela União Europeia e em 10% pela Fundação Galp e pretende incentivar os guineenses a deixarem de utilizar o carvão para cozinhar os alimentos e, em substituição, passarem a utilizar o gás butano.
MINISTÉRIO PÚBLICO LEVANTA SUSPENSÃO DOS TRABALHOS NO GTAPE 
O Ministério Público (MP) levantou quarta-feira a suspensão dos trabalhos do recenseamento no Gabinete Técnico de Apoio ao Processo Eleitoral (GTAPE), que tinha ordenado alegando suspeitas de fraudes nos cartões eleitorais denunciadas por alguns partidos políticos.
Num comunicado de imprensa daquela instituição judicial à que a ANG teve acesso, informa que devido a imperiosa necessidade de prosseguir com os trabalhos de recenseamento para as eleições legislativas, decidiu mandar continuar os trabalhos sob as seguintes condições:
“Solicitar a presença de todos os técnicos dos partidos políticos para assistir os trabalhos do GTAPE, fornecendo aos mesmos todas as informações solicitadas, exigir ao Director interino daquela instituição o cumprimento do termo de referência elaborado pelo Director-Geral.
O MP  informa que doravante passa  a assistir e fiscalizar todos os actos até a conclusão do processo em causa.
No comunicado o MP frisa que os factos reportados pelos partidos políticos queixosos para além de revelarem a existência de indícios dos crimes previstos e puníveis no Código Penal, motivaram uma investigação aturada e, inclusive alguns técnicos de GTAPE foram ouvidos e constituídos suspeitos.
O Ministério Público disse em comunicado que foi obrigado a suspender temporariamente os trabalhos do GTAPE, para  acautelar os trabalhos de recenseamento e prevenir conflitos internos , tendo em conta os interesses do Estado da Guiné-Bissau.
Os partidos que participaram criminalmente no Ministério Público contra os trabalhos levados a cabo por GETAPE,  são, entre outros, o Partido da Renovação Social (PRS),Aliança Popular Unida (APU-PDGB),Movimento para Alternância Democrática (MADEM –G -15),União Patriótica Guineense (UPG) e o grupo de 18 partidos políticos sem assento parlamentar.
Notabanca; 13.12.2018

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

COMUNICADO FINAL DA MISSÃO MINISTERIAL DA CEDEAO NA GUINÉ-BISSAU 
Quarta-feira, dia 12 de Dezembro de 2018, uma Missão da Comunidade Economica dos Estados da Africa Ocidental (CEDEAO) chegou à Bissau para analisar a resolução do processo eleitoral, com vista às próximas eleições legislativas na Guine-Bissau.
A Missão foi chefiada polo Ministro dos Negocios Estrangeiros da Nigeria, Geoffrey Onyama, Presidente do Conselho de Ministros da CEDEAO, também integraram a Missão, Ministro de Estado, Secretário-Geral da presidência da Guiné-Conacry, Naby Y. K. Bangoura, representante do professor Alpha Conde, Presidente da Guiné-Conakry e mediador da CEDEAO pela crise na Guiné-Bissau, Presidente da Comissão da CEDEAO, Jean-Claude Kassi Brou e Francis Behanzin, Comissário da CEDEAO.
A Delegação ministerial da CEDEAO, ao longo da sua estadia em Bissau, encontrou-se com diversas autoridades políticas da Guiné-Bissau e conversou com diferentes partes envolvidas na crise politica instituicional no país.
A delegação encontrou-se também com:
-Presidente da Republica da Guiné-Bissau, José Mario Vaz;
-Primeiro Ministro, Aristides Gomes;
-Os responsaveis pela organização do processo leitoral (CNE e GTAPE);
-Procurador geral da Republica da Guine-Bissau.
A Delegação, durante as conversas mantidas, apreciou os esforços que têm sido feitos pelos diferentes autores envolvidos na preparação das próximas eleições legislativas de 2018.
A Missão felicitou os progressos realisados referente ao engajamento dos eleitores no recenseamento eleitoral, permitindo ter a taxa aproximadamente de 95% do numero total previsto, ou seja 800.000 eleitores já recenseados numa previsão total de 900.000.
Apezar dos resultados satisfatórios do registo eleitoral, a delegação exprimiu a sua preocupação concernante ao atual clima político do país, marcado pelas acusações de irregularidades que comprometem o recenseamento eleitoral.
A Delegação exprime a sua grande surpresa e sua total incomprensão sobre as decisões que visam suspender o recenseamento eleitoral, previsto no acordo da CEDEAO, no memonto em que, ao responder o pedido de certos autores politicos e do Governo da Guine-Bissau, uma equipa foi enviada pela CEDEAO para assegurar a transparencia do processo e a fiabilidade dos dados eleitorais.
A Delegação convida as autoridades competentes para retirar essa decisão que causa bloqueio e retomar o processo eleitoral, afim de terminar o recenseamento eleitoral e prosseguir com outras etapas do processo.
Por outro lado, reafirma a necessidade urgente de fixar a data difinitiva das eleições que devem ter lugar antes de fim de Janeiro de 2019. Essa data deve ser conhecida antes da proxima cimeira da CEDEAO que será realizada no dia 22 deste ano 2018.
A Delegação ministerial felicita o Presidente da República e o Primeiro-Ministro pelas medidas que estão a ser aplicadas e exorta todos os autros autores e instituições do Estado, para colaborar afim de concluir o processo das eleicoes legislativas.
A Delegação reafirma o engajamento da CEDEAO, que já disponibilizou enormes recursos financeiros, materiais e logísticas para a realização das eleições; tudo no sentido de ajudar a Guine-Bissau. E está ainda dispinivel a apoiar o país para a sua saída definitiva da crise e avançar rumo à paz e desencolvimento.
A Delegação ministerial encoraja o Governo para continuar com as ações e tomar todas as médidas idoneas para tornar o processo da preparação das eleições ainda mais transparente, afim de aumentar a credibilidade do processo.
Emfim, no nome da Delegação ministerial, o Presidente do Conselho dos Ministros da CEDEAO exprime a sua profunda gratidão ao Governo e ao Povo da Guiné-Bissau pelo caloroso acolhimento acordado a Delegação da missão ministerial da CEDEAO.
Feito em Bissau, 12 de Dezembro de 2018.
Assinado pelo:
-Geoffry ONYEAMA (Ministro dos Negócios Estrangeiros da República da Nigéria e Presidente do Conselho de Ministros da CEDEAO)
-Naby Youssouf Kiridi BANGURA (Ministro de Estado, Secretário-Geral da presidência da Guiné-Conakry)
-Jean Claude Kassi BROU (Presidente da Comissão da CEDEAO)
Notabanca; 12.12.2018
REAL MADRID SENTE FALTA DE CRISTIANO RONALDO
Rafael van der Vaart acredita que a saída de Cristiano Ronaldo foi um rude golpe para o Real Madrid.
«É impossível compensar a saída de um jogador que faz 40 a 50 golos por época. Claro que o Real Madrid sente falta de Ronaldo. O que ele fez no clube foi uma loucura», refere ao portal Goal o holandês que vestiu a camisola merengue entre 2008 e 2010.
«O plantel continua a ter qualidade e, na verdade, não precisam de reforços em janeiro. É difícil encontrar a meio da época um jogador que possa ajudar uma equipa desta categoria», acrescenta, vincando que deverá ser «a equipa a unir-se para compensar a saída de Ronaldo».
Sobre Santiago Solari, chamado a comandar a equipa após a demissão de Julen Lopetegui, acredita que está «a fazer um bom trabalho». «Só precisa de tempo», remata.
Notabanca; 12.12.2018
PRESIDENTE GUINEENSE PROPÔS MÊS DE MARÇO PARA REALIZAÇÃO DE ELEIÇÕES LEGISLATIVAS NO PAÍS 
O Presidente guineense, propôs 10 de março para a realização das eleições legislativas na Guiné-Bissau.
A tudo vai depender da CEDEAO, organização sub-regional que monitora todo o processo eleitoral no país.
Segundo José Mário Vaz, a data foi sugerida pelo Governo em concertação com a Comissão Nacional de Eleições (CNE) e o Gabinete Técnicos de Apoio ao Processo Eleitoral (GTAPE).
Notabanca soube que, Presidente da República  apresentou aos partidos políticos na auscultação, três proposta a saber.
01-Anular o processo de recenseamento eleitoral.
02-Mandar fazer novos cartões.
03-Continuar o processo eleitoral.
MISSÃO DA CEDEAO EM BISSAU VISA GARANTIR QUE O ROTEIRO PARA LEGISLATIVAS É RESPEITADO 
O ministro dos Negócios Estrangeiros da Nigéria, Geoffrey Onyeama, disse hoje que a missão da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) está em Bissau para "dialogar" e garantir que o roteiro para legislativas guineenses é respeitado.
"Identificámos alguns receios e estamos aqui para dialogar com todos os envolvidos (no processo eleitoral) e assegurarmo-nos de que o roteiro dos chefes de Estado da CEDEAO será respeitado", afirmou o chefe da diplomacia nigeriana, depois de um encontro com o Presidente guineense, José Mário Vaz.
Geoffrey Onyeama chefia a missão ministerial da CEDEAO que hoje chegou à capital guineense para analisar o processo para as eleições legislativas na Guiné-Bissau.
Segundo o ministro nigeriano, a missão pretende garantir que todos os votos dos guineenses são contados e que todo o processo é credível e transparente, mesmo a nível técnico.
"Que os equipamentos fornecidos funcionam bem e serão fiáveis para criar a máxima confiança do povo da Guiné-Bissau neste processo eleitoral e assegurar que a CEDEAO continua comprometida", afirmou Geoffrey Onyeama.
O líder da missão salientou que na CEDEAO há a prática da boa governação e de boas eleições e que a "Guiné-Bissau não será uma exceção".
Depois do encontro com o Presidente guineense, a missão da CEDEAO esteve reunida com o primeiro-ministro. Durante a tarde, a missão terá encontros com os partidos políticos e representantes da comunidade internacional.
As eleições legislativas na Guiné-Bissau estavam inicialmente marcadas para o dia 18 de novembro, mas dificuldades na preparação do processo, nomeadamente atrasos no recenseamento eleitoral, levaram ao adiamento do escrutínio.
O recenseamento eleitoral também está a ser polémico e o Ministério Público guineense está a investigar alegadas irregularidades no processo.
No âmbito daquela investigação, o Ministério Público ordenou a suspensão dos trabalhos de recenseamento eleitoral, requisitou às forças de segurança para controlar as entradas e saídas do Gabinete Técnico de Apoio ao Processo Eleitoral e para interditar a entrada de pessoas não autorizadas no edifício da GTAPE.
Na terça-feira, a Procuradoria-Geral da República emitiu um comunicado à imprensa no qual afirma que nunca suspendeu o recenseamento eleitoral e que apenas ordenou a suspensão dos trabalhos do servidor principal.
Em resposta ao comunicado da Procuradoria-Geral da República, o primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Aristides Gomes, pediu ao Ministério Público para libertar as instalações do Gabinete Técnico de Apoio ao Processo Eleitoral para que o recenseamento eleitoral prossiga.
"Se não ordenou, que deixe o pessoal do GTAPE retomar o trabalho. A sede do GTAPE é o cérebro. Se o cérebro não funciona, não estou a ver como um indivíduo pode ter reflexos, os reflexos partem do cérebro. Para ser coerente que liberte as instalações da GTAPE e que a GTAPE possa continuar o seu trabalho", afirmou Aristides Gome.
Notabanca; 12.12.2018
“NENHUMA GREVE DEVE PÔR EM CAUSA FUTURO DA NAÇÃO”-Diz Bispo 
O Bispo da diocese de Bissau, Dom Camnate Nabissign disse que nenhuma greve deve pôr em causa a vida e o futuro de todas pessoas. Por isso os adultos devem saber que são espelhos dos jovens .
Perante milhares de fiéis católicos oriundos de diferentes pontos do país, representantes da Igreja muçulmana e evangélica,
Dom Camnate na Bissign -durante a sua homilia na celebração da missa eucarística do enceramento da peregrinação Mariana 2018, disse que estratégias devem ser estudadas para que os actos dos adultos não continuem a prejudicar a vida dos jovens e adolescentes guineenses.
Numa clara alusão a actual situação do ensino público, o pastor da Igreja Católica guineense lembra que os direitos humanos devem sempre ser respeitados por todos.
  De acordo com Sol Manci, Bispo Camnaté disse que os jovens precisam de adultos exemplares que os ajudem escapar-se de armadilhas do consumismo. O prelado foi mais longe criticando a forma como os jovens são usados nas campanhas eleitorais.
Dom Camnaté lembra que o mundo depara com crises de valores e de humanidade e, no entanto, chama atenção aos jovens para estarem vigilantes tendo virgem Maria como exemplo.
Desafio é lançado á Igreja Católica para criar pastoral de jovens para melhor orientá-los e separa-los dos caminhos de falsas doutrinas.
 

Notabanca; 12.12.2018
HOSPITAL NACIONAL “SIMÃO MENDES” EM BISSAU SEM RESERVAS DE SANGUE 
O diretor do banco de sangue do Hospital Nacional Simão Mendes, da Guiné-Bissau, José Indi, alertou hoje para a falta de sangue em reserva naquela unidade e pediu o reforço de dadores voluntários em todo o país.
Segundo Indi, nos últimos anos, têm diminuído o número de dadores voluntários de sangue na Guiné-Bissau.
O diretor de banco de sangue do Simão Mendes apela às autoridades sanitárias para lançarem "uma nova e maciça campanha" de recrutamento de novos dadores voluntários, nos bairros de Bissau e nas localidades do interior do país.
"Doar sangue não faz mal a ninguém, pois só é feito depois de realizadas análises para ver se a pessoa não tem nenhuma doença infecciosa", declarou José Indi.
O responsável sublinhou que o doador terá que ter a hemoglobina suficiente e ainda ter entre 18 e 65 anos.
José Indi confirmou que o sangue é pago no hospital Simão Mendes a preço de 7.500 francos CFA (cerca de 11,45 euros), por cada bolsa de 450 mililitros, conforme as orientações do Ministério da Saúde guineense.
"É uma cobrança legal de acordo com orientações do Ministério da Saúde no âmbito da iniciativa de Bamaco", observou José Indi, referindo-se a uma iniciativa de alguns países da África Ocidental para recuperação de custos com a saúde pública.
O diretor do banco de sangue do Simão Mendes enfatizou que o dinheiro coletado com aquelas cobranças serve, às vezes, para compra de reagentes para as análises clínicas aos doentes.
Notabanca; 12.12.2018
GUINEENSES BARRADOS NOS AEROPORTOS DE CABO VERDE PREOCUPA EMBAIXADOR MBALA FERNANDES 
O embaixador da Guiné-Bissau na Praia está a acompanhar com alguma apreensão a forma como vários guineenses têm sido barrados nos aeroportos cabo-verdianos por não terem toda a documentação, defendendo uma “política pública especial” para esta comunidade.
“Não há dia, não há voo em que não me liguem a dizer: não entraram três, quatro pessoas”, disse o embaixador Mbala Fernandes, em entrevista à agência Lusa.

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

BISSAU CONTRAI DÍVIDA A TRIPOLY EM 07 MILHÕES DE DÓLARES E DEFINEM MODALIDADES DE LIQUIDAÇÃO 
Não dá para acreditar mas aqui está. É importante questionar como e onde foi posto todo esse dinheirio? O país agora paga.
Os governos guineenses e líbios rubricaram no último fim-de-semana um acordo visando a amortização da dívida que o país contraiu com aquele estado árabe do Magreb orçados em cerca de sete milhões de dólares.
Em declarações à imprensa após a assinatura do memorando, o secretário de Estado do Tesouro afirmou que é uma dívida que data de 1975, num valor inicial de três milhões de dólares, explicando que devido as dificuldades registadas no seu pagamento amontoou-se na ordem de cerca de sete milhões de dólares.
“Portanto, queremos informar  que a Guiné-Bissau que beneficiou em 2010 da iniciativa de perdão de dívida enquanto país pobre e altamente endividado, tinha uma obrigação de estabelecer acordos com todos os doadores”, explicou Suleimane Seidi.
O governante disse que a Líbia é dos países que restava para rubricar um acordo com a Guiné-Bissau neste sentido.
“IRREGULARIDADES VERIFICADAS NO PROCESSO SÓ PODEM SER RECLAMADAS PERANTE ENTIDADES COMPETENTES”-CNE 
A Comissão Nacional de Eleições (CNE) defendeu que as irregularidades verificadas no processo de recenseamento devem ser reclamadas perante brigadas de recenseamento, comissões e tribunais sectoriais.
Informação consta numa nota à imprensa à que ANG teve acesso hoje da Comissão Nacional de Eleições em jeito de reacção  ao despacho do Ministério Público que suspendeu o processo de recenseamento eleitoral no país no passado dia 07 do corrente mês por motivo de alegadas irregularidades verificadas no mesmo.
ARISTIDES GOMES PEDE MINISTÉRIO PÚBLICO LIBERTAR INSTALAÇÕES DO GTAPE 
O primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Aristides Gomes, pediu hoje à Procuradoria-Geral da República para libertar as instalações do Gabinete Técnico de Apoio ao Processo Eleitoral (GTAPE), para que o recenseamento eleitoral prossiga.
A Procuradoria-Geral da República explicou hoje, em comunicado, que não mandou suspender o recenseamento eleitoral na Guiné-Bissau e que apenas ordenou a suspensão dos trabalhos do servidor principal.
"Se não ordenou que deixe o pessoal do GTAPE retomar o trabalho. A sede do GTAPE é o cérebro. Se o cérebro no funciona, não estou a ver como um indivíduo pode ter reflexos, os reflexos partem do cérebro. Para ser coerente que liberte as instalações da GTAPE e que a GTAPE possa continuar o seu trabalho", afirmou Aristides Gomes.
MP CONFIRMA QUE ORDENOU SUSPENSÃO DOS TRABALHOS NO SERVIDOR DO GTAPE E NÃO O RECENSEAMENTO ELEITORAL



Notabanca; 11.12.2018

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

PARLAMENTO PEDE ESCLARECIMENTO SOBRE INCIDENTE COM PERITOS NIGERIANOS 
O presidente do parlamento guineense pediu hoje um "completo esclarecimento" sobre o incidente entre a polícia do país e peritos eleitorais da Nigéria, que foram impedidos de prestar apoio no âmbito do recenseamento eleitoral, entretanto suspenso por ordens judiciais.
Para Cipriano Cassamá, a Nigéria tem ajudado a Guiné-Bissau a organizar eleições legislativas livres, justas, transparentes e credíveis, pelo que não são razoáveis as críticas que têm recebido por parte de vários setores políticos guineenses.
PAIGC PEDE DEMISSÃO DO PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA E DO COMISSÁRIO DA POP 
O Partido Africado da Independência da Guiné e Cabo-Verde (PAIGC) exige a demissão do Procurador-Geral da República e do Comissário da Policia de Ordem Publica por estes, alegadamente, terem desrespeitado a Lei Eleitoral da Guiné-Bissau.
De acordo com o comunicado desta formação política à que a ANG teve acesso,  o despacho do Ministério Público que manda suspender todos os trabalhos do recenseamento eleitoral em curso, mostra a total predisposição daquela instituição em alinhar com os objectivos e estratégias do Presidente da República e dos seus parceiros, visando travar, à todo o custo, o processo de recenseamento, como forma de impedir a vitória do PAIGC nas próximas eleições legislativas.
“O medo da dissimulada vergonha vir ao público levou Bacari Biai e seus aliados a impedirem a entrada dos próprios técnicos nigerianos convidados pelo Chefe de Estado para realizarem os seus trabalhos, porque sabiam que no final seriam desmascarados “,refere o comunicado.
PRS DIZ QUE AGUARDA CONCLUSÃO DOS INQUÉRITOS SOBRE IRREGULARIDADES NO RECENSEAMENTO 
O Partido da Renovação Social (PRS), revelou no ultimo fim-de-semana através de um comunicado que aguardar com postura e serenidade, as conclusões legais do inquérito levado a cabo pelo ministério público, sobre as irregularidades visíveis, no Gabinete Técnico de Apoio ao Processo Eleitoral (GETAPE).
No  mesmo comunicado, o PRS refere que o partido e  demais partidos políticos amantes da paz, apenas estão a seguir  o conselho dado em várias ocasiões pelo chefe do governo Aristides Gomes, segundo qual, quem sentir lesado com a forma como o processo de recenseamento eleitoral está a andar, que se dirija as autoridades judiciais.
BISSAU E MALABO RUBRICAM SETE ACORDOS 
As autoridades de Bissau e da Guiné-Equatorial assinaram recentemente sete acordos de cooperação nõ âmbito da visita de 2 dias que o presidente guineense, José Mário Vaz efectuou àquele país da CPLP.
O anunciou foi feito pelo chefe de Estado guineense a sua chegada ao aeroporto de Bissau.
"Celebrámos sete acordos importantes para o futuro da relação entre os dois países", afirmou José Mário Vaz, em declarações aos jornalistas no aeroporto internacional Osvaldo Vieira, sem precisar os setores.
PARTIDO DE MALAM NANCÓ SOLIDARIZA-SE COM MINISTÉRIO PÚBLICO EM SUSPENDER RECENSEAMENTO 
Partido para a Justiça Reconciliação e Trabalho aplaude a decisão do Ministério Publico em suspender os trabalhos no GTAPE. 
A posição do partido liderado por Malam Nanco consta numa nota de imprensa que foi entregue esta manhã a Notabanca.
Ainda, o partido da Justiça condena com veemência as atitudes do Governo e dos técnicos do GTAPE em adoptar um modelo de recenseamento viciado e indiciado com fraudes, criando assim um clima de desconfiança entre os partidos políticos.
Apela a CEDEAO a manter-se equidistante sobre a disputa eleitoral entres os partidos políticos na Guiné-Bissau.
A nota remata, apelando aos partidos políticos extra-parlamentares a firmeza e determinação na denúncia e combate a fraude no processo, para que haja eleições livres, transparentes e justas.
Notabanca; 10.12.2018
GOVERNO GASTA DINHEIRO FUNCIONÁRIOS PÚBLICO CORREM RISCO DE PASSAR FESTA SEM DINHEIRO 
A União Nacional dos Trabalhadores da Guiné-Bissau (UNTG) reuniu a sua direção na tarde desta segunda-feira e acusou o Governo de esbanjar os poucos recursos financeiros do país em viagens enquanto os funcionários correm o risco de não receber os seus salários nessa quadra festiva.
Júlio Mendonça, secretário-geral da UNTG disse à DW África que se os salários não forem pagos aos trabalhadores do Estado nos próximos dez dias, o país ficará totalmente paralisado com greves e protestos de rua.
"Não é justo o Governo não dignou a pagar os salários, o que é lamentável já que estamos na quadra festiva. Os trabalhadores também têm o direito de pelo menos manifestar com os familiares aquilo que ganham, que não é grande coisa, mas já dá para ajudar em casa. Essa situação só traz constrangimentos enormes para os servidores públicos”, disse Júlio Mendonça ao acrescentar que o executivo tem gasto milhões de francos cfa em viagens.
Recorde-se que, as eleições legislativas na Guiné-Bissau estavam inicialmente marcadas para dia 18 de novembro, mas dificuldades na preparação do processo, nomeadamente atrasos no recenseamento eleitoral, levaram ao adiamento do escrutínio, ainda sem data definida.
Notabanc; 10.12.2018
“ATORES POLÍTICOS DA GUINÉ-BISSAU ESTÃO A BRINCAR COM O DESESPERO DO POVO” 
Na Guiné-Bissau o cenário político continua de mal a pior sem que as autoridades apresentem uma solução para a profunda crise política que dividiu o país. Reina a incerteza sobre o desbloqueio da crise.
A crise guineense é caraterizada pela incerteza e profundas divergências entre os atores políticos.
O país está sem aulas nas escolas públicas desde setembro, o Ministério do Interior está sem o titular da pasta, o recenseamento eleitoral foi suspenso e as eleições legislativas ainda sem data marcada para a sua realização. Há mais de duas semanas que grupos de estudantes das escolas públicas se barricaram-se em frente do Ministério da Educação nacional exigindo a reabertura das aulas.
RONALDO LANÇA DESAFIO A MESSI 
Cristiano Ronaldo e Lionel Messi, agora novamente afastados, após nove anos de luta direta em Espanha. O internacional português diz não sentir falta de nada na Juventus, mas lança um desafio ao argentino.
«Joguei em Inglaterra, Espanha, Itália, Portugal, na Seleção, enquanto ele ainda está na Espanha. Talvez ele precise mais de mim... Para mim, a vida é um desafio. Eu gostaria que ele viesse para Itália um dia. Como eu, que aceitasse o desafio. No entanto, se ele está feliz em Espanha, eu respeito. É um jogador fantástico, mas não sinto falta de nada. Esta é a minha nova vida e estou feliz», afirmou, em entrevista publicada esta segunda-feira ao jornal La Gazzetta dello Sport.
Ronaldo vincou que não precisa de provar seja o que for a ninguém («mostrei que posso ter sucesso em qualquer clube e na Seleção», salientou), deixando convicção para este novo passo na carreira. «O passado já passou, agora quero ganhar com a Juventus. Defender estas cores e nada mais. Se jogar contra o Real? Tentaria dar o meu melhor», garantiu. 
Notabanca; 10.12.2018