terça-feira, 31 de julho de 2018

DEPUTADO DO PRS PAULINO TÉ INVADE RÁDIO BOMBOLOM FM EM BISSAU PARA AGREDIR JORNALISTA 
Paulino Té
Deputado desorientado quis fazer justiça com as suas próprias mãos.
Sem respeito pelas leis e nem dignidade pela imunidade parlamentar o deputado cai na armadilha montada por ele mesmo.  
Deputado da nação invadiu esta manhã de terça-feira, as instalações da rádio Bombolom FM, em Bissau
O parlamentar com imunidade, de uma forma brutal sem respeito as leis, agrediu verbalmente, na redacção da Bombolom FM, jornalista, Nicolau Gomes Dautarim, produtor e apresentador do programa matinal “ Aló Guiné”.
Trata-se de Paulino Té da Bancada do PRS, com a estrutura física, cerca de dois metros de altura vestido de fato ao rigor, com barba branca pendurada no queixo proferiu palavras obscenas com o jornalista.
As atitudes do parlamentar criaram uma revoltada generalizada, perante funcionários e os jornalistas da Bombolom FM que presenciaram a novela:
De sublinhar que, num dos tons de raiva, o deputado ameaça arranjar uma boa cama para o jornalista Nicolau.
“Se eu ti pegar, não confio se falará mais na rádio” advertiu publicamente o deputado ao jornalista.
Entretanto, o Presidente da Assembleia Nacional Popular reagiu sobre o incidente registado hoje nas instalações da Bombolom FM.
Em companhia com os assessores, Cipriano Cassamá, líder do parlamento veio pedir desculpas públicas a direção da rádio Bombolom FM sobre as agressões verbais, protagonizadas pelo deputado, Paulino Té, contra o jornalista, Nicolau Gomes.
Notabanca; 31.07.2018

3 comentários:

  1. Titio ,raiba lebau na yara ,suma fig.publica y deputado da nacao ,una baiba tan na utru radio upidi pa journalista pidiu disculpa publica se contra y ofendiu o djuntu cu bu advogado u fassi quexa crime .Opiniao publica y suma arbitro de futebol : yta spulsa djugadur q torna quil q dal .

    ResponderEliminar
  2. Esse ato Monstra mais uma vez fragilidade de alguns deputados que partido enviou no seus listas para nos representaram, por isso gostaria de fazer apelo aos partidos para fazer melhores seleções dos deputado com capacidade para tal. Porque é mais uma vergonha nacional.

    ResponderEliminar